Aprender inglês na prática: guia para dominar o idioma

Aprender inglês na prática é uma das capacidades cognitivas mais difíceis de desenvolver. No mundo, existem mais de 6 mil línguas e todas elas são complexas, ou seja, detêm muito mais que 30 mil palavras cada.

O inglês, em especial, é uma língua cujo aprendizado traz ao portador uma imensa vantagem competitiva, não só no que tange ao peso no currículo (considerando que é o idioma mais demandado pelos contratantes no mundo), mas também pela possibilidade de se inserir de forma mais assertiva individualmente no processo de globalização, afinal, para ser cosmopolita não basta entender ou conhecer outros países, precisa também se conectar de forma mais profunda através do idioma, e por excelência a língua que é o “cimento” deste processo é o inglês.

A sequência perfeita para dominar o inglês: ouvir, falar, ler e escrever

É importante ressaltar, que aprender inglês na prática, assim como adquirir qualquer outra capacidade cognitiva, é algo que segue uma lógica muito parecida com a de um computador.

Nesse caso, quando inserimos algo em um computador, como uma sequência de números em uma calculadora, existe a “entrada” de dados.

Em um segundo momento escolhemos uma operação, por exemplo, a adição, e adicionamos outra sequência de números, o que leva ao processamento de dados. Por fim, o computador emite um resultado (saída).

O mecanismo de aprendizagem da linguagem funciona de maneira idêntica, ou seja, primeiro, precisamos adicionar dados, nesse caso, ou realizando formalmente um curso para aprender inglês na prática, ou convivendo com outros falantes, tendo acesso ao conteúdo cultural na língua inglesa, como músicas, filmes e séries.

Em segundo momento, é necessário falar, forçar a dicção para aprender inglês na prática, isso exige um grande processamento em nível neural acelerando o processo de aprendizado.

Após a realização desses passos, chega o momento de ter acesso à leitura, a compreensão da gramática, para isso, é fundamental ter acesso à literatura em inglês como jornais, revistas, livros, ou ainda, filmes em inglês legendados também em inglês, o que torna muito mais fácil a aquisição de vocabulário e a compreensão intuitiva das regras gramaticais, tornando o aprender inglês nalgo muito divertido e eficiente.

O último passo, talvez o mais difícil, reside em escrever. Nesse momento, é interessante tentar traduzir textos, redigir músicas de forma intuitiva enquanto escuta e também realizar exercícios pedagógicos diversos a fim de aprender inglês na prática.

2 dicas infalíveis: Pense em inglês e leia bastante

O pensamento é a esfera mais íntima de um sujeito, representa o nível endógeno daquilo que pode ser entendido como consciência.

Como tal, ela funciona em partes como uma “voz” que nos guia e estabelece um diálogo, talvez mais correto dizer um monólogo, para conosco.

Um dos passos fundamentais para aprender o inglês na prática é buscar pensar em inglês, isso mesmo, fazer com que a sua voz interior conserve com você mesmo em inglês em vez de português.

É uma tarefa, a princípio, difícil, mas com o tempo, se torna mais simples, o que leva a uma maior eficiência na hora de aprender inglês na prática.

A leitura também é uma forma de navegar profundamente para dentro do universo do inglês, levando o indivíduo não só a adquirir um imenso arsenal de palavras, mas também um repertório sofisticado de expressões e também de regras gramaticais. A leitura de livros, revistas, ou mesmo a navegação em websites estrangeiros, leva a aquisição do idioma ser mais natural, fazendo do aprender inglês na prática uma rotina.

As melhores maneiras comprovadas de aprender inglês

A aquisição do idioma passa pela necessidade de se estabelecer padrões, seja no que se refere ao conteúdo das palavras, ao seu emprego ou ao seu modo de pronúncia.

Intercâmbio

E para isso, nada é tão eficiente quanto conviver com outros falantes da língua inglesa.

Por conta disso, buscando aprender inglês na prática, milhares de brasileiros todos os anos fazem intercâmbios para países como Irlanda, Canadá e Austrália, a fim de conviver com outros falantes da língua inglesa, e de forma mais natural e assertiva aprender inglês na prática.

Aplicativos

Com a evolução tecnológica houve o surgimento de novas formas de aprendizado em modelos de ensino a distância, o que também se mostrou como uma forte via para quem quer aprender inglês na prática.

Existem muitos aplicativos para o aprendizado do inglês, muitos deles bastante divertidos, com atividades diferenciadas e com mecanismos de interatividade muito convidativos.

Outra via na qual a tecnologia pode ser empregada por quem quer aprender inglês na prática reside no uso de ferramentas de conversas de vídeo com falantes da língua inglesa.

Games

O aprendizado do inglês pode também ser uma via facilitada através de atividades prazerosas, como o vídeo game.

Os games modernos detêm tramas muito envolventes e contam geralmente com diálogos, textos em inglês.

O convívio e o raciocínio proporcionados pela experiência do jogo, facilitam de forma direta a aquisição do idioma.

Além disso, muitos jogos, sobretudo, os colaborativos de participação on-line, propicia a possibilidade de conversar em tempo real com outros usuários, sobretudo, os falantes do inglês, o que torna o aprender inglês na prática uma experiência muito divertida.

Filmes e séries

Quando o assunto é aprendizado e diversão, aprender inglês na prática pode ser algo bem facilitado através dos filmes e séries.

Nesse caso, assistir seus programas favoritos, em inglês e com legenda também no idioma estrangeiro, facilitam o processo de aquisição de linguagem,

Música

Quem não gosta de música?

É difícil!

O que pode variar é seu estilo favorito, porém, música é universal, todo mundo gosta. Por conta disso, este é um excelente método para aprender inglês na prática.

Seja no trânsito, no ônibus, no trabalho, enfim, em qualquer lugar, é possível graças à tecnologia do fone de ouvido curtir seus hits favoritos em qualquer lugar, por isso, use isso a seu favor, escute os hits em inglês, tente compreender as letras e também tente cantar, nem que seja no chuveiro.

Diálogo

Por fim, destacam-se duas coisas, primeiro, tente de alguma forma executar o diálogo, o contato com outro falante é o principal caminho (mesmo que ele não seja tão bom no idioma, o que vale é tentar).

Além disso, todas essas dicas demandam constância, ou seja, não basta você tentar apenas um dia jogar um videogame ou escutar uma música em inglês, é preciso fazer dessas  práticas uma constante na vida, ou seja, elas tem de ser incorporadas na rotina, pois dessa forma você certamente vai aprender inglês na prática sem nem se dar conta.

Deixe uma resposta