Curso de inglês leitura e escrita

O inglês deixou de ser um imenso diferencial no currículo, enquanto segunda língua, para se tornar praticamente um requisito obrigatório para a maior parte dos segmentos. A importância do inglês reside no fato de que este é o idioma universal, ou seja, a língua com que a maioria das pessoas do mundo troca informações, mensagens, ideias. O inglês é a ponte simbólica que une diferentes povos, culturas, tornando tudo parte de um mesmo eixo. Se o mundo, outrora, já foi como uma “Torre de Babel”, com muitas pessoas com idiomas diferentes e que não se compreendem, hoje, o inglês tem derrubado as barreiras que separam as pessoas, povos e culturas. E uma ferramenta importante neste processo tem sido a leitura e a escrita. Muitos continue lendo...

Curso de inglês para negócios: conquiste o sucesso profissional

O inglês é um idioma universal, por isso, tem deixado cada vez mais de ser considerado um diferencial no mercado de trabalho, para se tornar quase que obrigatório. Até algum tempo, tinha-se uma noção de que o inglês só era importante para a vida profissional daqueles que almejavam ocupar altos cargos em multinacionais. Hoje, as coisas mudaram, não apenas as empresas multinacionais exigem o conhecimento da língua inglesa, como também as nacionais. E esqueça aquela ideia de que apenas os altos cargos requerem conhecimento do inglês, atualmente, cargos de auxiliar, técnico, analista e até mesmo recepcionista, muitas vezes exigem algum nível de conhecimento e fluência do idioma. Não é à toa que existem tantos cursos continue lendo...

Aprender inglês na prática: guia para dominar o idioma

Aprender inglês na prática é uma das capacidades cognitivas mais difíceis de desenvolver. No mundo, existem mais de 6 mil línguas e todas elas são complexas, ou seja, detêm muito mais que 30 mil palavras cada. O inglês, em especial, é uma língua cujo aprendizado traz ao portador uma imensa vantagem competitiva, não só no que tange ao peso no currículo (considerando que é o idioma mais demandado pelos contratantes no mundo), mas também pela possibilidade de se inserir de forma mais assertiva individualmente no processo de globalização, afinal, para ser cosmopolita não basta entender ou conhecer outros países, precisa também se conectar de forma mais profunda através do idioma, e por excelência a língua que é o “cimento” continue lendo...

Aprender inglês com música: técnicas para você dominar o idioma

Uma pergunta comum que vai passar pela cabeça de quem estiver lendo este texto é: aprender inglês com música é possível? E nós afirmamos veementemente que sim, com certeza! Aprender um idioma deixou de ser um grande diferencial no currículo para se tornar algo praticamente obrigatório, não só para a vida profissional, mas, também para o âmbito do lazer e da vida pessoal. Isso porque, o processo de globalização criou pontes que diminuíram a distância entre povos e países, e o cimento dessa conexão é, de um lado, a tecnologia da informação, e de outro, o inglês, que é o idioma universal que sedimenta o caminho desta junção. Apesar de ter se tornado uma realidade inevitável, muitas pessoas, se não a maioria continue lendo...

Tongue twisters do inglês: aceite o desafio

Tongue Twisters trata-se de um jogo verbal que consiste em dizer, com perfeição e rapidez, versos ou frases que contenha um número grande de sílabas difíceis de pronunciar, ou de sílabas formadas com os mesmos sons, mas em ordem diferente. Os Tongue Twisters são originários da cultura popular, como as parlendas que são as rimas infantis. Os desafios do Tongue Twisters podem ser sob a forma de prosa, versos ou frases. Os Tongue Twisters é um ótimo exercício para a galera praticar a pronúncia das palavras sem tropeços. Como você sabe, de acordo com o dicionário, palavra twister é um substantivo e significa trapaceiro, vigarista, intrigante, mentiroso, pessoa/máquina que torce ou situação embaraçosa. Em inglês americano, continue lendo...

Inglês para o ENEM: recomendações para você fazer uma boa prova

Para os professores que formulam as questões das provas de inglês do ENEM, a leitura de um texto pressupõe a interação do leitor com o texto. No momento em que inicia a leitura, o candidato ativa seus conhecimentos prévios, levantando hipóteses e criando expectativas sobre os possíveis significados do texto que poderão ser confirmados ou não. De acordo com a professora da Faculdade de Letras da UFMG, Regina Dell'Isola, existem três conceitos de leitura. São eles: a leitura como fenômeno de identificação em que a informação textual deve ser ‘decifrada pelo leitor’, a leitura como processo seletivo no qual o leitor é ativo e responsável pela construção de sentido do texto, a leitura como processo interativo continue lendo...

Mochilão pela América do Sul: dicas infalíveis

Ter o prazer de fazer um mochilão na América Latina é, certamente, uma das experiências mais felizes e enriquecedoras do mundo. Mas, o que é “fazer um mochilão”? É uma prática que se iniciou lá pelos idos dos anos de 1960. A vontade de sair por aí, “sem lenço e sem documento” ou “sem destino”. É se lançar numa aventura, é ter um ideal de liberdade. Quando se pensa em fazer um mochilão, não existe um trajeto nem destino certos. O que importa é conhecer muitos lugares, sem luxo e conforto, apenas com uma mochila nas costas para não perder tempo em hotéis nem com acúmulo de bagagem. O que importa de verdade é a viagem. Com esse estilo, você, mochileiro, pode ficar em dúvida, a pensar em quantos continue lendo...

Guia prático: saiba como se tornar au pair

O programa Au Pair é uma maneira acessível de viver, trabalhar e estudar no exterior. Au pair é uma expressão da língua francesa que significa “ao par” ou “igual” e tem sua origem na ideia de paridade econômica entre serviços trocados. Quais são suas funções? O programa au pair é o intercâmbio mais barato de todos. Ao participar do programa a au pair, você ganha salário e recebe casa e comida; nos Estados Unidos, trabalha até 45 horas semanais, com um dia e meio de folga semanal e quinze dias de férias remuneradas; após um ano no país, pode ficar mais um mês no país para viajar, estudar; recebe uma bolsa de US$ 500 dólares da família; Em contrapartida, você deve ter como responsabilidades preparar continue lendo...

Influência da cultura francesa

O professor e crítico literário Antonio Candido em cujo texto O francês instrumento de desenvolvimento, publicado em 1977, mostra como foi aqui no Brasil o percurso do francês como língua universal em fins do século XVIII e ao longo do século XIX. O autor diz que “graças ao francês que pudemos ver o mundo, que adquirimos o senso da História, que lemos os clássicos de todos os países, inclusive gregos e romanos”. E acrescenta que o contato com a língua e a cultura francesa nos permitiu adquirir maior humanidade nas questões sociais, uma vez que não apenas a elite dominadora delas se alimentava, mas também as classes dominadas buscavam sua inspiração nos ideais revolucionários franceses. A influência francesa era continue lendo...

A influência francesa em nossas mesas

Tudo começou quando a família real chegou ao Brasil, em 1808, fugindo das tropas francesas de Jean-Andoche Junot, “o filho dileto das vitórias”. Ao mar se lançaram em 8 naus, 4 fragatas, 3 brigues, 1 escuna, charruas muitas e 30 navios mercantes onde se apinhavam 15 mil homens - tantos que uma praga de piolhos obrigou quase todos a raspar suas cabeças. Inclusive Carlota Joaquina, que desceu no cais de Salvador com um exótico turbante, logo convertido em moda pela população local. A ironia, nessa invasão determinada por Napoleão, é que toda a Corte portuguesa tentava imitar os modismos franceses. D. Maria, a Rainha Louca, chegou até a convidar Luis XV para ser padrinho do seu terceiro filho e futuro rei de Portugal, D. João continue lendo...