A história da língua francesa

Apesar de não ser a língua mais falada do mundo, o francês é um idioma presente na vida de habitantes de 47 países em 5 continentes, somando um total de 247 milhões de pessoas falantes nativas.

A história da língua francesa

Além da França, também é língua oficial da Suíça, Bélgica, África norte-ocidental, Guiana Francesa, Haiti, Madagascar, Indochina e parte do Canadá.

O que você encontrará neste post:

As origens

Os gauleses, um povo celta, foram os primeiros a habitarem as terras da França e abandonaram a sua língua de origem assim que Júlia César conquistou o território, adotando o latim popular. Por volta do século VII, as invasões dos povos bárbaros de origem alemã e a adoção de palavras gregas deram origem a um latim modificado.

Com o tempo, a língua já era aceita por grande parte do território hoje conhecido como França, e já era falada por todas as classes sociais, incluindo a nobreza. Com essas modificações cada vez mais recorrentes, devido à mistura de línguas, o francês começava a tomar sua forma.

Em meados do século VI, as modificações já feitas foram traduzidas para o francês antigo, na época chamado romance, e exatamente no século VIII, foi solicitado à igreja, por Carlomagno, o uso da língua local.

Evolução

Duas línguas surgiram durante a Idade Média chamadas langue d’oïl, localizada ao norte do rio Loire, e langue d’oc, exatamente ao sul. A partir de cada uma, vários dialetos tiveram sua origem. Aqueles que surgiram a partir da langue d’oïl eram chamados de  Île-de-France, frâncico, borgonhês e pictavino (Poitou).

Já a langue d’oc, ao sul originou o auvernês, languedociano, bearnês e lemosino, e a língua também foi chamada de provençal, usada por trovadores e poetas da época. Com toda essa evolução, surgiu então o francês moderno, derivado do dialeto Île-de-France.

O francês hoje

A França tornou-se o país mais visitado do mundo, e sua capital, Paris, recebe milhares de turistas durante o ano todo. Surgiu então, o interesse de se aprender francês. O idioma é o terceiro mais ensinado no mundo, ficando atrás somente do inglês e espanhol.

Para aqueles que gostam de viajar, uma boa fluência pode ser muito útil para uma comunicação melhor no mundo todo. Pois certamente, fora do Brasil, você encontrará muitas pessoas que não falam inglês nem espanhol, mas falam o francês por ser sua língua nativa, ou segunda língua.

Antigamente, no ensino brasileiro, a língua francesa era obrigatória e fazia parte de todas as grades curriculares, se tornando uma disciplina ensinada entre a 1ª e 4ª série. Com o passar dos anos, foi substituída pelo inglês.

Ao todo, no mundo inteiro, a língua é falada por aproximadamente 500 milhões de pessoas. Por ser um país com grande influência gastronômica, cultural, artística, tecnológica e educacional, o idioma entrou para as línguas oficiais da ONU, Olimpíadas e UNESCO.

Além da inclusão social, o francês também tem grande importância no mercado de trabalho, possibilitando acesso ao Canadá, países da África, entre outros.

Dessa forma, podemos ver que a língua tem grande influência mundialmente, tanto nos tempos passados, como nos tempos modernos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *