Intercâmbio de ferias: dicas úteis para convencer seus pais

[yasr_overall_rating]

Uma das principais técnicas para se aprender um novo idioma é a da imersão total.

Ao viver inteiramente o idioma, o aluno é conduzido a falar e a pensar na língua que está aprendendo, isto é, ele escutará músicas, fará leituras, assistirá a programas, entre outras atividades. O intercâmbio propicia essa imersão na cultura do país da língua desejada.

Intercâmbio vale a pena

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, a fluência em um segundo idioma conta pontos para o candidato conquistar o tão sonhado emprego, mas vai muito além disso, saber um novo idioma ajudará o crescimento pessoal e cultural do candidato pois permite que ele faça viagens, leia livros, converse com pessoas em outros idiomas, ajudando-o assim na troca de conhecimento.

Estudar idioma em outro país é bem melhor!

Agrega conhecimento

Uma pessoa que sai de seu país de origem, de sua zona de conforto, para buscar novas experiências e aprender um novo idioma certamente adquirirá uma bagagem imensa de conhecimento. Estar em outro país, a pessoa é forçada a aprender tanto um novo idioma quanto hábitos e costumes dos moradores da cidade. Conhecer a história do país, seus locais históricos, principais músicas, escritores, danças é uma forma de aumentar sua bagagem cultural.

Aprende o idioma mais rápido

Como já dito, em caso do estudante optar por aprender idiomas fora de seu país de origem ele estará mergulhando de cabeça na nova língua e certamente o aprenderá mais rápido. Pelo fato dele falar o novo idioma em quase 100% do dia a prática se tornará mais fácil.

Fazer amigos

Fazer amigos é uma das formas de ter a certeza que o intercâmbio vale a pena. Estes amigos trarão uma nova visão de mundo para o estudante, pois cada um possui uma bagagem para compartilhar. Em escolas de intercâmbio, é muito comum que as aulas sejam compostas por alunos de diversos países, sendo assim, a chance de um aluno aprender mais de um idioma é muito maior se comparado como estudo no Brasil. O aluno deve procurar se comunicar com as pessoas de diversas nações e assim aumentar seu ciclo de amizades e sua cultura.

Mercado de trabalho

O intercâmbio é muito valorizado no mercado de trabalho, pois demostra que o candidato consegue se desenvolver em lugares fora de sua zona de conforto. As competências adquiridas no intercâmbio como força de vontade, senso de urgência, convívio com diversidade e flexibilidade são muito valorizados por gestores de empresas.

O crescimento pessoal que o intercâmbio traz por forçar o aluno a conviver com pessoas e culturas distantes da dele é imenso. O aluno poderá se dedicar ao voluntariado no tempo que passar no país e aprender um pouco mais sobre o dia a dia dos habitantes da cidade.

Intercâmbio de férias

Intercâmbio de férias é voltado para pessoas que possuem poucas semanas de folga, mas desejam aproveitar o período para ter uma experiência cultural e aprender um novo idioma.

O estudo de qualquer idioma demanda tempo e dedicação. O aluno precisa viver o idioma no seu dia a dia, ou seja, assistir a programas no idioma estudado, ler livros, escutar músicas, mudar as configurações do celular, computador e outros softwares.

Uma das melhores formas de imersão é o intercâmbio, onde o estudante conseguirá viver o idioma 100% do seu dia e ainda conhecerá um pouco mais da cultura do país em questão.

Como funciona o intercâmbio de férias?

Para dar início ao intercâmbio de férias, é preciso saber o nível de idioma que o aluno tem para definir o período do intercâmbio. O mais comum é ficar 4 semanas (1 mês).

O estudante poderá escolher entre ficar em uma casa de família ou ficar em alguma república. A primeira opção é indicada para quem deseja saber como é a rotina de uma família no país escolhido e a segunda é uma boa opção para quem quer conhecer diversas culturas, já que é muito comum em intercâmbios ter alunos de várias nacionalidades.

Outro ponto importante é o estudante optar por um curso intensivo, caso o objetivo do intercâmbio seja avançar no idioma, ou algum curso com carga horário mais flexível, caso o aluno queira aprender mais sobre a cultura e conversar com pessoas no idioma em que está aprendendo.

Optar por fazer amizades com pessoas de nacionalidades diferentes pode ser uma forma de treinar ainda mais o idioma, visto que se o estudante interagir apenas com outros brasileiros ele talvez não consiga treinar o idioma como gostaria, já que é normal buscarmos nos aproximar de pessoas que falam a nossa língua materna.

8 dicas para aproveitar ao máximo o intercâmbio

A principal diferença entre estudar um idioma aqui e fora do país, explica Carolina Zanon (analista do International Office do UniRitter), é que no intercâmbio o estudante estará inserido na cultura do idioma, convive com a língua diariamente e tem que se adaptar ao meio.

A primeira dica é da Carla Mendonça (gerente de Relações Internacionais da Unisinos): os alunos que queiram cursar um programa acadêmico, precisam ter uma noção intermediária da língua, para não demorarem muito em elementos muito básicos que já poderiam ter estudado no Brasil.

Sobre o mito de que é necessário ir sozinho para o intercâmbio, sem a companhia de pessoas que falem o mesmo idioma, Carolina Mendonça  diz que tudo depende da dedicação dos intercambistas. Para casos assim, sua dica é estabelecer um combinado, por exemplo, não vamos conversar em português ou que não vamos dividir a mesma acomodação.

Além dessas, confira mais 6 dicas de como aproveitar ao máximo o intercâmbio:

  1. Defina o tipo de intercâmbio: há opções de cursos de idiomas, de cursos com trabalho ou de intercâmbio acadêmico, durante a graduação e a pós-graduação.
  2. Avalie os custos envolvidos no programa de intercâmbio, o tipo de programa desejado, de acordo com o objetivo e período de permanência.
  3. Procure se relacionar com nativos e com colegas de outras nacionalidades.
  4. Mantenha contato com amigos internacionais por meio das redes sociais, para continuar praticando a comunicação escrita e falada.
  5. Assista filmes e séries no idioma que aprendeu e acompanhe notícias do país.
  6. Dê continuidade aos estudos em aulas particulares.

Curso de Inglês para Intercâmbio

É notória a importância de se dominar, no contexto atual, diferentes idiomas e de como um curso de inglês pode ajudar- e muito- nesse sentido.

Necessário tanto para o desenvolvimento pessoal e cultural, quanto para alavancar muitas vezes a carreira profissional, fazer um intercâmbio e ter aulas fora do Brasil é uma oportunidade de colocar em prática e testar conhecimentos, mas, acima de tudo, apreender de forma mais precisa as raízes de um idioma.

intercambio ingles

Para que você possa absorver mais conhecimento sobre a língua em curso de inglês fora do Brasil, a Ateneo Idiomas selecionou algumas dicas importantes. Confira a seguir.

5 Dicas para entender melhor suas aulas fora do Brasil

  • Escolha o curso de inglês com o foco ideal para sua necessidade

O que te motiva a fazer um intercâmbio, além é claro, do fato de e aperfeiçoar no idioma? Adquirir proficiência? Se relacionar melhor nos negócios/business? Estudar a fundo, a língua por meio de um curso de inglês avançado?

Leve em conta suas necessidades para que encontre a solução no formato adequado.

  • Solicite teste do nível do idioma

É importante para facilitar a compreensão das aulas, estar em um grupo de alunos que tenham um nível aproximado de conhecimento da língua.

Este é outro fator importante quando fizer um curso de inglês para intercâmbio.

  • Atendimento personalizado

Priorize cursos de inglês que disponibilizem suporte a atendimento personalizado, suprindo assim as principais dificuldades que você encontrar na aprendizagem.

  • Vá além do aprendizado da aula

Busque referências culturais e artísticas. Filmes, teatro, literatura e arte em geral, além de turismo, culinária, etc.

  • Invista nas associações

Criatividade é importante também no desenvolvimento de aptidões como a aprendizagem e o aprofundamento de um novo idioma. Sendo assim, nada melhor do que relacionar conceitos, ligar fatos inusitados, com o conteúdo assimilado em suas aulas do curso de inglês para intercâmbio.

Dicas de sites para aprender idiomas

Muitas pessoas recorrem a sites e redes sociais na hora de procurar métodos alternativos para aprender línguas estrangeiras. Se você é uma dessas pessoas, confira as dicas de sites abaixo

Language Guide

Um recurso online para a aprendizagem de línguas utilizando o áudio.

languageLearn Korean

O site é em inglês e a especialidade de ensino é o Coreano. O aprendizado é feito com músicas e vídeos.

Fodors German

Aprenda alemão para viajar escutando mais de 150 frases.

Livemocha

O site tem versão em português que é aperfeiçoada pelos próprios usuários e é um dos mais conhecidos na web. É organizado, bastante didático e conta com quatro frentes de ensino: primeiro, o aluno passa por slideshow com áudio, que representa uma figura e ensina como escrevê-la e enunciá-la. Depois, o aluno revê o conteúdo aprendido. No terceiro passo, o internauta deve escrever uma redação curta sobre um tema proposto pelo site e, por fim, gravar exercícios em áudio e enviar para outros usuários comentarem. Há uma barra que marca seu progresso nos exercícios e é sempre possível fazer lições extras. Se optar pela conta premium, que é paga, o aluno pode se tornar um professor no Livemocha.

Italki

Italki é uma rede social que conecta estudantes a professores de línguas.

E aí, curtiram nossas dicas?

A Ateneo Idiomas oferece cursos de inglês no formato ideal de sua necessidade, com material didático diferenciado, bem como estratégias eu facilitam ao aluno, dominar amplamente a língua em seus diferentes aspectos.

4 comentários em “Intercâmbio de ferias: dicas úteis para convencer seus pais”

  1. Pingback: Para enriquecer seu aprendizado, converse com nativos - Ateneo Idiomas | Aulas Particulares de Idiomas em BH

  2. Intercâmbio linguistico é uma maneira otima para praticar linguas e ganhar confianca em essa lingua.
    O unico problema que eu encontre é que a maioria das pessoas nos web sitios deste tipo, são interessados intercambiar so as linguas mais populares.
    Então se voce quiseres praticar Ingles o Alemão, por exemplo, vai ser bastante facil encontrar uma pessoa interessada aprender Português, para fazer este intercâmbio.
    Infelizmente no meu caso que minha lingua materna não é tão popular (Grego) é quase impossivel encontrar um parceiro linguístico, para praticar Portugues (ou Espanhol…)

    1. Ahh, sim… Imagino que deva ser complicado. Uma dica é procurar estudantes de Letras das Universidades Federais do Brasil Talvez exista algum interessado em Grego Contemporâneo e não Grego Clássico. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *