Os 10 principais erros do espanhol

O português e o espanhol são línguas similares em vários aspectos, o que faz com que os brasileiros, durante o aprendizado do espanhol, acabem cometendo alguns erros até divertidos, que vão desde a gramática até a própria pronunciação.

Em certas circunstâncias os erros se tornam até engraçados, mas é sempre bom estarmos cientes das diferenças, principalmente quando estamos aprendendo um novo idioma, para evitar complicações e constrangimentos futuros.

Sendo assim, neste artigo vamos conferir quais são os 10 principais erros do espanhol.

Os 10 erros mais comuns ao falarmos em espanhol

Está preparado?

Singular do artigo ‘los’

Nem todo iniciante na língua espanhola sabe que o el é, na realidade, o singular do artigo ‘los’.

Mas, durante o aprendizado da língua, muitos brasileiros gostam de usar o ‘lo’ como se este fosse o verdadeiro singular de ‘los’. Frases como ‘Lo chico ou lo zapato’ acabam se tornando comuns, mesmo que totalmente errôneas.

Respeto e respecto

Usar as palavras respeto e respecto erroneamente também é um erro comum. A palavra ‘respeto’, sem o ‘c’ no meio, significa respeito no sentido de respeitar alguém. Já a palavra ‘respecto’ é utilizada como ‘referente a’ ou ‘a respeito de’.

Mas explicar isso para os brasileiros nem sempre é fácil…

Falsos cognatos

Ah, os falsos cognatos! Muitas são as palavras em espanhol que, devido à sua pronúncia ou escrita, parecem as mesmas do português – mas definitivamente não são. Vamos conferir a seguir algumas delas.

A palavra ‘apellido’, em espanhol, significa sobrenome. Mas muitos brasileiros acabam respondendo o seu apelido quando na verdade, os questionados são seus sobrenomes. “Ah sim, meu nome é Felipe, mas pode me chamar pelo apellido Fe’.

Você está ‘embarazada’? Em espanhol, o termo significa ‘grávida’. Mas muitas brasileiras, quando questionadas deste modo, relacionam à questão ao fato de estar embaraçosa com alguma situação ou até mesmo tonta.

Em espanhol, a palavra ‘pastel’ significa bolo, enquanto o pastel que conhecemos aqui é, em países de língua espanhola, chamado de ‘empanada’. Muito cuidado na hora de pedir o café da manhã, hein?

Cuidado ao perguntar em espanhol se alguém está careca. Pois é: no idioma, este termo significa ‘pelado’.

Escrever errado

Cuidado com a confusão na hora de escrever. Palavras como “a través”, “en fin” e “tal vez” estão escritas perfeitamente em espanhol.

Tu és

Dizer “tu és” também está errado, e tão errado como dizer “nós vai” no português. O correto é ‘tu eres’, no plural.

Mucho e muy

Não saber a diferença entre ‘mucho’ e ‘muy’ também é um dos mais comuns erros de quem está aprendendo espanhol.

Lembre-se: o muy é utilizado antes de advérbios e adjetivos, enquanto o mucho é usado depois de verbos e antes de substantivos.

Usar os artigos antes de nomes próprios

Quando nos referimos a alguém em português colocamos, normalmente, o artigo antes do nome “a Fernanda foi até o dentista”, mas isso não acontece em espanhol e se torna um erro primário na hora da fala ou da escrita. Neste caso antes de nomes de cidades e países, aceitam os artigos em situações específicas, por exemplo: Los Angeles.

Cognatos que não são cognatos

Ao ouvirmos ou lermos certas palavras em espanhol acreditamos que tenham o mesmo significado das em português, neste caso os exemplos falam por si só:

  • zurdo = canhoto
  • sordo = surdo
  • exquisito – delicioso
  • ligar = paquerar

Pontuação

Em espanhol os pontos de interrogação e de exclamação começam e terminam as frases, por esta ser uma regra que não se aplica no Brasil, por vezes podemos esquecer de colocar os pontos em seu devido lugar, na escrita espanhola.

Palavras femininas e masculinas

Vamos direto aos exemplos, para que você nunca mais erre esses significados:

  • la sangre = o sangue
  • la leche = o leite
  • la miel – o mel
  • el agua = a água

Dois ou Duas?

Em espanhol os dois formatos não são diferenciados, você sempre utilizará “dos” tanto para feminino, quanto para masculino.

Tampoco existe

Acreditando muito no nosso espanhol, acabamos soltando pérolas do portunhol, “También no”, não existe, em espanhol utilizamos sempre o “tampoco” para esse tipo de negação.

Expressões

Cuidado para não cair na tentação de traduzir expressões tipicamente brasileira, como, por exemplo: “respeito é bom e eu gosto”, cada país tem suas expressões peculiares e aqui vão algumas em espanhol:

  • De mala gana – de má vontade
  • Cada dos por tres = com muita frequência
  • Echar de menos = sentir saudades

Ditongos

Cuidado para não criar ditongos onde não existem. escola em espanhol é escuela, mas coca-cola, não é coca-cuela. Preste atenção e aprenda antes de soltar um portunhol forçado em suas viagens.

Essa é uma lista descontraída, mas que nos faz refletir sobre as “pegadinhas” que uma língua semelhante à nossa pode nos pregar.

Dedique-se aos estudos e entenda o espanhol como um idioma único, sem comparações com o português, assim estará mais perto da fluência correta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *